Skip to main content

Unidade monobloco ("rooftop") autónoma apenas de arrefecimento / bomba de calor e opção de módulo de gás independente
50EN/EH

Fluido frigorigéneo: R-410A

Capacidade de arrefecimento: 90-280 kW

Capacidade de aquecimento: 100-290 kW

Fluxo de ar: 18 000-46 000 m³/h

As unidades de arrefecimento e bombas de calor 50EN/EH são unidades ar/ar compactas, horizontais e autónomas, do tipo monobloco ("rooftop").

  • Unidade autónoma tudo-em-um
  • Conformidade ErP 2018
  • Funcionamento silencioso
  • Configuração flexível
  • Ventiladores "plug-fan" com motor EC

  • Série 50EN: unidades de arrefecimento
  • Série 50EH: bombas de calor reversíveis

Descrição geral

Unidade autónoma "tudo-em-um" com todos os componentes instalados no interior. A unidade é conectada diretamente a um sistema de condutas de distribuição do ar sem elementos ou equipamentos adicionais, tubagens, cabos, etc., não ocupando qualquer espaço no solo. Esta conceção reduz os custos da instalação, ligações nas instalações e garante uma operação segura.

  • Ventiladores axiais eletrónicos no circuito exterior
  • Ventiladores eletrónicos "plug-fan" no circuito interior
  • Serpentinas de ar
  • Compressores tipo scroll herméticos
  • Controlo eletrónico com microprocessador
  • Todas as unidades são testadas e verificadas na fábrica

Invólucro

  • Invólucro em chapa de aço galvanizado com tinta de poliéster, cor branca RAL 7035
  • Isolamento térmico com 9 mm de espessura, com classificação de incêndio B-s3,d0 (M1)
  • Chassi autoportante

Circuito exterior

  • Ventilador(es) axial(axiais) EC eletrónico(s), que adaptam a velocidade de rotação aos requisitos da instalação, reduzindo o consumo de eletricidade e o nível de ruído a carga parcial e aperfeiçoando a eficiência sazonal média da unidade
  • Serpentina com tubos de cobre e aletas de alumínio

Circuito interior

  • Ventiladores de alimentação eletrónicos EC tipo "plug-fan", com controlo de velocidade variável e controlador da taxa de fluxo. Os ventiladores "plug-fan" com acionamento direto e velocidade variável oferecem as seguintes vantagens:
    • Eliminação de perdas de fricção durante a transmissão, graças ao acionamento direto
    • Maior eficiência aeráulica do rotor (lâminas reativas com perfil otimizado), funcionando a pressões de funcionamento muito altas
    • Eficiência do motor bastante reforçada
    • Velocidade variável para garantir uma taxa de fluxo do ar de abastecimento constante, independente do nível de obstrução dos filtros
    • Medição da taxa de fluxo
  • Filtros de ar reutilizáveis, montados num chassi
  • Serpentina com tubos de cobre e aletas de alumínio
  • Tabuleiro de drenagem de condensado

Circuito de arrefecimento

  • Compressor(es) hermético(s) tipo scroll, montados em suportes antivibrações. Controlo de equilíbrio das fases e direção da rotação
  • Aquecedor do cárter
  • Válvula de expansão termostática com equalização externa
  • Válvulas de inversão de ciclo de quatro vias (unidades de bomba de calor)
  • Secador de filtros resistente a ácidos
  • Design de arrefecimento com base em 2 volumes de ar
carrier-circuito de arrefecimento rooftop 50ENEH

Proteções

  • Pressóstatos de alta e baixa pressão
  • Controlo da temperatura de descarga do compressor
  • Interruptor na porta principal
  • Interruptores de proteção magnetotérmica para a linha de alimentação do(s) compressor(es) e motor dos ventiladores
  • Interruptor automático no circuito de controlo

Painel elétrico

  • Quadro elétrico completo e completamente cablado. Tampa do quadro isolada para prevenir condensação. Ventilação forçada do painel elétrico
  • Numeração de cabos
  • Transformador para fonte de alimentação sem neutro no quadro elétrico
  • Ligação à terra
  • Contactos do compressor e do motor do ventilador
  • Diretiva Máquinas 2006/42/CE (MD)
  • Diretiva de Compatibilidade Eletromagnética 2014/30/UE (EMC)
  • Diretiva de Baixa Tensão 2014/35/UE (LVD)
  • Diretiva Equipamentos Sob Pressão 2014/68/UE (Categoria 2) (PED)
  • Diretiva RoHS 2011/65/UE (RoHS)
  • Diretiva de Conceção Ecológica 2009/125/CE (CONCEÇÃO ECOLÓGICA)
  • Diretiva de Rotulagem Energética 2017/1369/UE (ECO-ROTULAGEM)
  • Norma harmonizada: EN 378-2:2012 (Sistemas frigoríficos e bombas de calor - Requisitos de segurança e proteção ambiental)

Controlo CARRIERrtc

O controlo CARRIERrtc é composto por uma placa de controlo μPC MEDIUM, sensores, um terminal gráfico pGD1 e um terminal do utilizador TCO (opcional). O sistema usa um canal de dados de campo RS485 para gerir componentes adicionais. Uma placa BMS (opcional) permite a ligação da placa de controlo a um sistema de gestão técnica centralizado.

Também gere uma ligação local entre unidades através de uma rede pLAN (µPC MEDIUM Local Area Network), permitindo a troca de dados e informações entre unidades, para um máximo de 15 unidades.

Funções principais
  • Seleção do ponto de ajuste e do modo de funcionamento: aquecimento, arrefecimento, automático, ventilação
  • Controlo contínuo dos parâmetros de funcionamento
  • Apresentação dos valores medidos pelos sensores
  • Atrasos dos compressores
  • Gestão de descongelação (em unidades de bomba de calor)
  • Controlo da temperatura do ar de abastecimento
  • Funcionamento durante todas as estações do ano através do controlo da pressão de condensação e evaporação
  • Compensação do ponto de ajuste com base na temperatura exterior
  • Calendarização horária e semanal
  • Proteção contra incêndio
  • Diagnóstico de falhas e alarme geral
Funções opcionais
  • Registo de ar externo para renovação do ar puro, em função da temperatura do ar misturado ou do sensor de qualidade do ar
  • Caixa de mistura para arrefecimento gratuito térmico, entálpico ou termoentálpico
  • Circuito de recuperação de arrefecimento para renovação do ar
  • Permutador de calor rotativo
  • Aquecedores elétricos auxiliares: de duas fases com controlo de ligar/desligar ou de uma fase com controlo proporcional
  • Serpentina de água quente com válvula de 3 vias, com controlo proporcional ou de ligar/desligar
  • Queimador de gás com controlo proporcional
  • Humidificador com controlo proporcional ou de ligar/desligar
  • Controlador da taxa de fluxo de ar (com ventiladores centrífugos)
  • Pressóstato de filtro obstruído
  • Estação de deteção de fumo
  • Sensor de qualidade do ar para medir o CO2 e/ou compostos voláteis
  • Detetor de fugas de fluido frigorigéneo
  • Medidor de energia e cálculo da capacidade de arrefecimento e de aquecimento
  • Zoneamento em 2 áreas com registos

Terminal pGD1

Este terminal gráfico, instalado no quadro elétrico da máquina, permite:
  • A programação inicial da unidade
  • A modificação do modo de funcionamento
  • Ligar / desligar a unidade
  • Selecionar o modo de funcionamento
  • Definir pontos de ajuste
  • A visualização no ecrã de variáveis controladas e valores do sensor medidos
  • A visualização no ecrã de alarmes ativos e do histórico de alarmes
carrier-terminal gráfico

Terminal do utilizador TCO (opcional para controlo remoto)

O terminal do utilizador TCO, para controlo remoto, permite:
  • A modificação de alguns parâmetros de funcionamento
  • Ligar / desligar a unidade
  • Selecionar o modo de funcionamento e definir pontos de ajuste
  • A visualização no ecrã de algumas variáveis controladas e valores das sondas
  • A visualização no ecrã de códigos de alarmes
carrier-terminal do utilizador

Soluções para supervisão

pCO Web
  • Solução para a gestão e supervisão de uma única unidade, se esta incorporar a placa Ethernet pCO Web
PlantWatchPRO3
  • Solução concebida para a monitorização de instalações de pequenas e médias dimensões, capaz de gerir até 30 unidades
  • Disponível em duas versões: painel e parede
  • Inclui: ecrã tátil de 7", sinal sonoro para notificações, 1 porta USB e 1 ranhura para cartão SD para transferir relatórios, carregar modelos de dispositivos e aplicar pacotes de serviço
PlantVisorPRO2
  • Solução para a gestão e supervisão de instalações de ar condicionado com um máximo de 300 unidades
  • Funções de monitorização e manutenção avançadas
  • Permite a criação de zonas e grupos
  • Permite a integração de medidores de energia para monitorizar o consumo de eletricidade da instalação
  • Duas versões disponíveis:
    • Caixa: constituída por CPU e, opcionalmente, monitor e teclado
    • Tátil: inclui CPU e ecrã tátil num único dispositivo

Ambiente exterior

  • Temperatura
    • Isolamento térmico e acústico com 50 mm de espessura, com classificação de incêndio Euroclass A2-s1, d0 (M0)
    • Proteção anticongelante para temperaturas exteriores baixas
  • Corrosão
    • Serpentinas (exterior, interior e/ou auxiliar) com tubos de cobre e aletas de cobre
    • Serpentinas INERA® (exterior, interior e/ou auxiliar) com tubos de cobre e aletas em liga de alumínio de elevado desempenho e grande resistência à corrosão
    • Serpentinas (exterior, interior e/ou auxiliar) com tubos de cobre e aletas de alumínio com revestimento em poliuretano e Blygold®
    • Tabuleiro de drenagem de condensado para o circuito interior em aço inoxidável
  • Humidade
    • Stop-drop na serpentina do ar interior (opcional do modelo 415 ao 960 e incluído nos modelos 1100 e 1200)
    • Stop-drop na entrada de ar puro
    • Componentes tropicalizados no painel elétrico com revestimento protetor: placa de controlo, placas e terminais
    • Motores e ventiladores tropicalizados (queira consultar)

Opções de conforto / aquecimento

  • Serpentina de água quente auxiliar, com válvula de três vias. Esta opção incorpora sempre um termóstato anticongelante como sistema de segurança
  • Aquecedores elétricos auxiliares, com dois níveis de potência e controlo de ligar/desligar, para montagem e ligação no interior da unidade
  • Queimador de gás natural ou propano com atuador de modulação, de acordo com a diretiva 2009/142/CE relativa a aparelhos a gás

Opções de conforto / qualidade do ar interior

  • Sensor de qualidade do ar para instalação no ambiente ou montado na conduta para permitir a medição do CO2 e/ou dos compostos voláteis
  • Duplo estágio de filtros opacimétricos plissados

Opções de poupança / recuperação de energia

  • Arrefecimento gratuito, 3 opções diferentes:
    • Térmica, por comparação das temperaturas
    • Entálpica, por comparação das entalpias
    • Termoentálpica, por comparação das entalpias e correção da temperatura
  • Recuperação ativa: circuito termodinâmico dedicado à recuperação de energia do fluxo de ar extraído
  • Recuperação passiva, utilizando um permutador de recuperação de calor para transferir energia do fluxo de ar extraído para o ar novo

Opções de segurança

  • Arrancador suave dos ventiladores centrífugos do ar de abastecimento e/ou de retorno, opcionais
  • Interruptor de pressão diferencial para detetar obstruções de filtros
  • Interruptor de pressão diferencial para verificar o fluxo de ar, com ventilador centrífugo
  • Estação de deteção de fumo de acordo com a norma NF S 61-961
  • Detetor de fugas de fluido frigorigéneo

Opções de instalação

  • Ventilador(es) exterior(es) axial(ais) de 2 velocidades, diretamente conectados ao motor. Importante: os modelos 840 a 1200 com estes ventiladores não estão em conformidade com as normas ErP (apenas para países fora da União Europeia).
  • Ventiladores centrífugos do ar de abastecimento e/ou de retorno, acoplados por polias e correias. Importante: os ventiladores de alimentação centrífugos não estão em conformidade com as normas ErP (apenas para países fora da União Europeia).
  • Controlo da sobrepressão com os módulos MC0, MRC0, MC1 e MRC1
  • Bases de pré-instalação normalizadas, constituídas por painéis de aço galvanizado com pintura em poliéster e isolamento térmico. Altura ajustável
  • Suportes antivibrações em borracha
  • Bases de adaptação para a substituição de unidades existentes no local
  • Tabuleiro de drenagem de condensado para o circuito exterior em aço galvanizado
  • Grelha de proteção da serpentina exterior
  • Grelha de proteção da serpentina exterior contra granizo

Opções do painel elétrico

  • Fonte de alimentação com neutro
  • Relé de monitorização de fase de elevado desempenho, que permite o ajuste das definições de proteção
  • Medidor de energia para monitorização do consumo de energia da instalação
  • Medidor de energia e medição das capacidades de arrefecimento e aquecimento
  • Série 50EN: unidades de arrefecimento
  • Série 50EH: bombas de calor reversíveis

Descrição geral

Unidade autónoma "tudo-em-um" com todos os componentes instalados no interior. A unidade é conectada diretamente a um sistema de condutas de distribuição do ar sem elementos ou equipamentos adicionais, tubagens, cabos, etc., não ocupando qualquer espaço no solo. Esta conceção reduz os custos da instalação, ligações nas instalações e garante uma operação segura.

  • Ventiladores axiais eletrónicos no circuito exterior
  • Ventiladores eletrónicos "plug-fan" no circuito interior
  • Serpentinas de ar
  • Compressores tipo scroll herméticos
  • Controlo eletrónico com microprocessador
  • Todas as unidades são testadas e verificadas na fábrica

Invólucro

  • Invólucro em chapa de aço galvanizado com tinta de poliéster, cor branca RAL 7035
  • Isolamento térmico com 9 mm de espessura, com classificação de incêndio B-s3,d0 (M1)
  • Chassi autoportante

Circuito exterior

  • Ventilador(es) axial(axiais) EC eletrónico(s), que adaptam a velocidade de rotação aos requisitos da instalação, reduzindo o consumo de eletricidade e o nível de ruído a carga parcial e aperfeiçoando a eficiência sazonal média da unidade
  • Serpentina com tubos de cobre e aletas de alumínio

Circuito interior

  • Ventiladores de alimentação eletrónicos EC tipo "plug-fan", com controlo de velocidade variável e controlador da taxa de fluxo. Os ventiladores "plug-fan" com acionamento direto e velocidade variável oferecem as seguintes vantagens:
    • Eliminação de perdas de fricção durante a transmissão, graças ao acionamento direto
    • Maior eficiência aeráulica do rotor (lâminas reativas com perfil otimizado), funcionando a pressões de funcionamento muito altas
    • Eficiência do motor bastante reforçada
    • Velocidade variável para garantir uma taxa de fluxo do ar de abastecimento constante, independente do nível de obstrução dos filtros
    • Medição da taxa de fluxo
  • Filtros de ar reutilizáveis, montados num chassi
  • Serpentina com tubos de cobre e aletas de alumínio
  • Tabuleiro de drenagem de condensado

Circuito de arrefecimento

  • Compressor(es) hermético(s) tipo scroll, montados em suportes antivibrações. Controlo de equilíbrio das fases e direção da rotação
  • Aquecedor do cárter
  • Válvula de expansão termostática com equalização externa
  • Válvulas de inversão de ciclo de quatro vias (unidades de bomba de calor)
  • Secador de filtros resistente a ácidos
  • Design de arrefecimento com base em 2 volumes de ar
carrier-circuito de arrefecimento rooftop 50ENEH

Proteções

  • Pressóstatos de alta e baixa pressão
  • Controlo da temperatura de descarga do compressor
  • Interruptor na porta principal
  • Interruptores de proteção magnetotérmica para a linha de alimentação do(s) compressor(es) e motor dos ventiladores
  • Interruptor automático no circuito de controlo

Painel elétrico

  • Quadro elétrico completo e completamente cablado. Tampa do quadro isolada para prevenir condensação. Ventilação forçada do painel elétrico
  • Numeração de cabos
  • Transformador para fonte de alimentação sem neutro no quadro elétrico
  • Ligação à terra
  • Contactos do compressor e do motor do ventilador
  • Diretiva Máquinas 2006/42/CE (MD)
  • Diretiva de Compatibilidade Eletromagnética 2014/30/UE (EMC)
  • Diretiva de Baixa Tensão 2014/35/UE (LVD)
  • Diretiva Equipamentos Sob Pressão 2014/68/UE (Categoria 2) (PED)
  • Diretiva RoHS 2011/65/UE (RoHS)
  • Diretiva de Conceção Ecológica 2009/125/CE (CONCEÇÃO ECOLÓGICA)
  • Diretiva de Rotulagem Energética 2017/1369/UE (ECO-ROTULAGEM)
  • Norma harmonizada: EN 378-2:2012 (Sistemas frigoríficos e bombas de calor - Requisitos de segurança e proteção ambiental)

Controlo CARRIERrtc

O controlo CARRIERrtc é composto por uma placa de controlo μPC MEDIUM, sensores, um terminal gráfico pGD1 e um terminal do utilizador TCO (opcional). O sistema usa um canal de dados de campo RS485 para gerir componentes adicionais. Uma placa BMS (opcional) permite a ligação da placa de controlo a um sistema de gestão técnica centralizado.

Também gere uma ligação local entre unidades através de uma rede pLAN (µPC MEDIUM Local Area Network), permitindo a troca de dados e informações entre unidades, para um máximo de 15 unidades.

Funções principais
  • Seleção do ponto de ajuste e do modo de funcionamento: aquecimento, arrefecimento, automático, ventilação
  • Controlo contínuo dos parâmetros de funcionamento
  • Apresentação dos valores medidos pelos sensores
  • Atrasos dos compressores
  • Gestão de descongelação (em unidades de bomba de calor)
  • Controlo da temperatura do ar de abastecimento
  • Funcionamento durante todas as estações do ano através do controlo da pressão de condensação e evaporação
  • Compensação do ponto de ajuste com base na temperatura exterior
  • Calendarização horária e semanal
  • Proteção contra incêndio
  • Diagnóstico de falhas e alarme geral
Funções opcionais
  • Registo de ar externo para renovação do ar puro, em função da temperatura do ar misturado ou do sensor de qualidade do ar
  • Caixa de mistura para arrefecimento gratuito térmico, entálpico ou termoentálpico
  • Circuito de recuperação de arrefecimento para renovação do ar
  • Permutador de calor rotativo
  • Aquecedores elétricos auxiliares: de duas fases com controlo de ligar/desligar ou de uma fase com controlo proporcional
  • Serpentina de água quente com válvula de 3 vias, com controlo proporcional ou de ligar/desligar
  • Queimador de gás com controlo proporcional
  • Humidificador com controlo proporcional ou de ligar/desligar
  • Controlador da taxa de fluxo de ar (com ventiladores centrífugos)
  • Pressóstato de filtro obstruído
  • Estação de deteção de fumo
  • Sensor de qualidade do ar para medir o CO2 e/ou compostos voláteis
  • Detetor de fugas de fluido frigorigéneo
  • Medidor de energia e cálculo da capacidade de arrefecimento e de aquecimento
  • Zoneamento em 2 áreas com registos

Terminal pGD1

Este terminal gráfico, instalado no quadro elétrico da máquina, permite:
  • A programação inicial da unidade
  • A modificação do modo de funcionamento
  • Ligar / desligar a unidade
  • Selecionar o modo de funcionamento
  • Definir pontos de ajuste
  • A visualização no ecrã de variáveis controladas e valores do sensor medidos
  • A visualização no ecrã de alarmes ativos e do histórico de alarmes
carrier-terminal gráfico

Terminal do utilizador TCO (opcional para controlo remoto)

O terminal do utilizador TCO, para controlo remoto, permite:
  • A modificação de alguns parâmetros de funcionamento
  • Ligar / desligar a unidade
  • Selecionar o modo de funcionamento e definir pontos de ajuste
  • A visualização no ecrã de algumas variáveis controladas e valores das sondas
  • A visualização no ecrã de códigos de alarmes
carrier-terminal do utilizador

Soluções para supervisão

pCO Web
  • Solução para a gestão e supervisão de uma única unidade, se esta incorporar a placa Ethernet pCO Web
PlantWatchPRO3
  • Solução concebida para a monitorização de instalações de pequenas e médias dimensões, capaz de gerir até 30 unidades
  • Disponível em duas versões: painel e parede
  • Inclui: ecrã tátil de 7", sinal sonoro para notificações, 1 porta USB e 1 ranhura para cartão SD para transferir relatórios, carregar modelos de dispositivos e aplicar pacotes de serviço
PlantVisorPRO2
  • Solução para a gestão e supervisão de instalações de ar condicionado com um máximo de 300 unidades
  • Funções de monitorização e manutenção avançadas
  • Permite a criação de zonas e grupos
  • Permite a integração de medidores de energia para monitorizar o consumo de eletricidade da instalação
  • Duas versões disponíveis:
    • Caixa: constituída por CPU e, opcionalmente, monitor e teclado
    • Tátil: inclui CPU e ecrã tátil num único dispositivo

Ambiente exterior

  • Temperatura
    • Isolamento térmico e acústico com 50 mm de espessura, com classificação de incêndio Euroclass A2-s1, d0 (M0)
    • Proteção anticongelante para temperaturas exteriores baixas
  • Corrosão
    • Serpentinas (exterior, interior e/ou auxiliar) com tubos de cobre e aletas de cobre
    • Serpentinas INERA® (exterior, interior e/ou auxiliar) com tubos de cobre e aletas em liga de alumínio de elevado desempenho e grande resistência à corrosão
    • Serpentinas (exterior, interior e/ou auxiliar) com tubos de cobre e aletas de alumínio com revestimento em poliuretano e Blygold®
    • Tabuleiro de drenagem de condensado para o circuito interior em aço inoxidável
  • Humidade
    • Stop-drop na serpentina do ar interior (opcional do modelo 415 ao 960 e incluído nos modelos 1100 e 1200)
    • Stop-drop na entrada de ar puro
    • Componentes tropicalizados no painel elétrico com revestimento protetor: placa de controlo, placas e terminais
    • Motores e ventiladores tropicalizados (queira consultar)

Opções de conforto / aquecimento

  • Serpentina de água quente auxiliar, com válvula de três vias. Esta opção incorpora sempre um termóstato anticongelante como sistema de segurança
  • Aquecedores elétricos auxiliares, com dois níveis de potência e controlo de ligar/desligar, para montagem e ligação no interior da unidade
  • Queimador de gás natural ou propano com atuador de modulação, de acordo com a diretiva 2009/142/CE relativa a aparelhos a gás

Opções de conforto / qualidade do ar interior

  • Sensor de qualidade do ar para instalação no ambiente ou montado na conduta para permitir a medição do CO2 e/ou dos compostos voláteis
  • Duplo estágio de filtros opacimétricos plissados

Opções de poupança / recuperação de energia

  • Arrefecimento gratuito, 3 opções diferentes:
    • Térmica, por comparação das temperaturas
    • Entálpica, por comparação das entalpias
    • Termoentálpica, por comparação das entalpias e correção da temperatura
  • Recuperação ativa: circuito termodinâmico dedicado à recuperação de energia do fluxo de ar extraído
  • Recuperação passiva, utilizando um permutador de recuperação de calor para transferir energia do fluxo de ar extraído para o ar novo

Opções de segurança

  • Arrancador suave dos ventiladores centrífugos do ar de abastecimento e/ou de retorno, opcionais
  • Interruptor de pressão diferencial para detetar obstruções de filtros
  • Interruptor de pressão diferencial para verificar o fluxo de ar, com ventilador centrífugo
  • Estação de deteção de fumo de acordo com a norma NF S 61-961
  • Detetor de fugas de fluido frigorigéneo

Opções de instalação

  • Ventilador(es) exterior(es) axial(ais) de 2 velocidades, diretamente conectados ao motor. Importante: os modelos 840 a 1200 com estes ventiladores não estão em conformidade com as normas ErP (apenas para países fora da União Europeia).
  • Ventiladores centrífugos do ar de abastecimento e/ou de retorno, acoplados por polias e correias. Importante: os ventiladores de alimentação centrífugos não estão em conformidade com as normas ErP (apenas para países fora da União Europeia).
  • Controlo da sobrepressão com os módulos MC0, MRC0, MC1 e MRC1
  • Bases de pré-instalação normalizadas, constituídas por painéis de aço galvanizado com pintura em poliéster e isolamento térmico. Altura ajustável
  • Suportes antivibrações em borracha
  • Bases de adaptação para a substituição de unidades existentes no local
  • Tabuleiro de drenagem de condensado para o circuito exterior em aço galvanizado
  • Grelha de proteção da serpentina exterior
  • Grelha de proteção da serpentina exterior contra granizo

Opções do painel elétrico

  • Fonte de alimentação com neutro
  • Relé de monitorização de fase de elevado desempenho, que permite o ajuste das definições de proteção
  • Medidor de energia para monitorização do consumo de energia da instalação
  • Medidor de energia e medição das capacidades de arrefecimento e aquecimento

Outros artigos que podem interessar-lhe